đŸš’đŸ”„đŸŒżOperação Verde Vivo Ă© lançada em cerimĂŽnia na Praça do Buriti – Secretaria de Estado de Segurança PĂșblica

0
7


AgĂȘncia BrasĂ­lia

 

Foi lançado oficialmente, na manhĂŁ desta quarta-feira (9), na Praça do Buriti, a Operação Verde Vivo do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF). A iniciativa tem o intuito de conscientizar a população sobre a importĂąncia da prevenção e combate aos incĂȘndios florestais, que ocorrem no perĂ­odo de estiagem no Distrito Federal.

 

A operação, que se iniciou no mĂȘs passado, tem seu perĂ­odo mais crĂ­tico durante os meses de maio a setembro.

Representando o governador Ibaneis Rocha, o vice-governador, Paco Britto, antes do evento, recebeu o comandante-geral do CBMDF, William Augusto Ferreira Bomfim, no gabinete da vice-governadoria. Na oportunidade, Paco falou sobre a importùncia da operação para a proteção do bioma.

 

 

Paco parabenizou a todos os envolvidos na Operação Verde Vivo, desejando sucesso na ĂĄrdua missĂŁo Foto: VinĂ­cius Melo / AgĂȘncia BrasĂ­lia

“A operação Verde Vivo que Ă© deflagrada justamente na semana em que comemoramos o Dia Mundial do Meio Ambiente, dia 5 de junho, reflete o compromisso do governo e, em especial, do Corpo de Bombeiros com a temĂĄtica”, ressaltou.

 

Paco parabenizou a todos os envolvidos na Operação Verde Vivo, desejando sucesso na ĂĄrdua missĂŁo, “pelo preparo e afinco caracterĂ­sticos desta tropa de valorosos homens e mulheres que compĂ”em o melhor Corpo de Bombeiros do paĂ­s”.

 

O secretĂĄrio de Segurança PĂșblica, delegado JĂșlio Danilo, participou da confecção de abafadores, do mesmo modelo utilizado pelos militares e elogiou o trabalho desenvolvido pela corporação na proteção do meio ambiente. “O trabalho do CBMDF Ă© reconhecido nacionalmente, que que acaba gerando solicitação da corporação para atuação em outros estados, como ocorreu no incĂȘndio de grande proporção ocorrido no Pantanal, no Ășltimo ano”, ressalta.

 

Durante a cerimînia, o comandante Bomfim classificou a atividade do grupamento de proteção ambiental como “nobre e fundamental”.

 

Desejou sucesso Ă  operação, ratificando sua importĂąncia para o bioma e para a ĂĄrea de preservação no Ăąmbito federal. Lembrou ainda que a responsabilidade do Corpo de Bombeiros vai alĂ©m do combate ao incĂȘndio, uma vez que atuam em vĂĄrias frentes com “dedicação e empenho”.

 

Durante a solenidade, os presentes puderam apreciar o voo demonstrativo do “Nimbus”, aviĂŁo de combate a incĂȘndio florestal, e, tambĂ©m, as tradiçÔes militares, como a apresentação da tropa formada, sob cançÔes executadas pela Banda de MĂșsica do CBMDF.

 

As autoridades receberam homenagens e acompanharam ainda a produção do abafador, instrumento utilizado no combate a incĂȘndios florestais.

 

Prestigiaram a solenidade o secretĂĄrio de Segurança PĂșblica, JĂșlio Danilo Souza; o comandante do Grupamento de Proteção Ambiental, tenente-coronel Hugo; o comandante Operacional, tenente-coronel Eduardo Mundim; o chefe nacional de Prevenção e Combate aos IncĂȘndios Florestais (PrevFogo) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais RenovĂĄveis (Ibama), tenente-coronel Ricardo Vianna; o chefe-adjunto da Casa Militar, tenente-coronel Alexandre AtaĂ­des; o deputado distrital Rossevelt Vilela; oficiais militares e praças.

 

Verde Vivo

Atendimentos a incĂȘndios florestais compĂ”em a segunda maior demanda do CBMDF dentre todos os tipos de ocorrĂȘncias atendidas pela corporação | Foto: VinĂ­cius Melo / AgĂȘncia BrasĂ­lia

ReferĂȘncia no Brasil e no mundo, quando se trata de combate aos incĂȘndios florestais, o grupamento de proteção ambiental faz parte da maior operação do CBMDF. Por isso, emprega a maior quantidade de recursos humanos, viaturas e equipamentos, alĂ©m de durar todo o perĂ­odo de estiagem, ou seja, metade do ano.

 

Atendimentos a incĂȘndios florestais compĂ”em a segunda maior demanda do CBMDF dentre todos os tipos de ocorrĂȘncias atendidas pela corporação.

 

Em 2020, de acordo com dados do Corpo de Bombeiros, a Operação Verde Vivo atuou em 7.851 ocorrĂȘncias de incĂȘndio florestal. Naquele ano, houve mais de 27 mil hectares de mata queimada no bioma cerrado.



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here