🚜🚗Taguatinga recebe operação DF Livre de Carcaças – Secretaria de Estado de Segurança Pública

0
8


Adriana Machado, da Ascom – SSP/DF

 

A Operação DF Livre de Carcaças já acumula 618 veículos retirados das ruas do Distrito Federal em várias etapas do programa nas diversas regiões administrativas, desde o lançamento, em fevereiro de 2020. A ação ocorre sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (SSP/DF) e integra as medidas adotadas pelo GDF para eliminar focos do mosquito Aedes aegypti – transmissor de dengue, zika e chikungunya. Nesta quarta-feira (19), as equipes estiveram em Taguatinga e chegaram a remover dez veículos ao depósito.

 

A retirada dos materiais das ruas contribui também para o aumento da sensação de segurança da população | Foto: Divulgação/SSP-DF

 

A identificação dos veículos abandonados é feita pelos Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs), como explica o secretário de Segurança Pública, delegado Júlio Danilo. “Esta é uma ação conjunta e essencial para o combate à dengue no DF. Ela é realizada há mais de um ano com apoio irrestrito dos Consegs, que fazem o mapeamento desses carros abandonados previamente e encaminham para SSP/DF”.

 

As secretarias de Cidades, Executiva de Políticas Públicas e DF Legal, o Departamento de Trânsito (Detran) e a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) participam da ação. A Diretoria de Vigilância Ambiental (Dival) da Secretaria de Saúde (SES), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) também fazem parte da DF Livre de Carcaças, que, nesta quarta-feira (19), contou, ainda, com o apoio e segurança da Divisão de Operações Especiais (DOE), da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

“Esta é uma ação conjunta e essencial para o combate à dengue no DF. Ela é realizada há mais de um ano com apoio irrestrito dos Consegs, que fazem o mapeamento desses carros abandonados previamente e encaminham para SSP/DF” Delegado Júlio Danilo, secretário de Segurança Pública

 

De acordo com o secretário, a retirada dos materiais das ruas contribui também para o aumento da sensação de segurança da população. “Os carros abandonados podem servir como ponto para prática de crimes. Além disso, compactua para nossa política de Segurança Pública, que inclui a identificação e resolução de desordens em áreas públicas”, reforça o secretário.

 

A população pode contribuir com a identificação dos carros abandonados nas ruas. Para isso, basta enviar uma mensagem por e-mail, com informações que facilitem a localização do material. “Esse trabalho conjunto é fundamental para continuidade da ação e, para isso, contamos sempre com a participação popular, seja por meio das reuniões dos Consegs ou enviando e-mail com a localização dos carros. O apoio das administrações regionais também é primordial para nosso planejamento e atuação”, ressalta o coordenador dos Conselhos de Segurança (Consegs), da SSP/DF, Marcelo Batista.

 

Segurança

Toda a ação foi acompanhada por policiais da Divisão de Operações Especiais (DOE), da PCDF. “Sempre que solicitado, damos esse apoio à ação, que acreditamos que tem um reflexo muito positivo na redução da criminalidade”, avalia o agente Marcos D’Avila Teixeira.

Ação pioneira

A DF Livre de Carcaças teve início em fevereiro de 2020 e já foi realizada em Samambaia, Candangolândia, Guará, Sudoeste, Taguatinga, SIA, Plano Piloto, Paranoá, Ceilândia, Santa Maria, Gama, Recanto das Emas, Riacho Fundo, Sobradinho, São Sebastião, Núcleo Bandeirante, Arniqueira, Riacho Fundo II, Cruzeiro e Planaltina. Também foram contempladas as faixas de domínio do DER, pátios da 6ª, 15ª e 19ª delegacias de polícia e Setor de Oficinas Sul (SOF).

 

Confira o vídeo:

 

 

Edição: Lanna Morais e João Roberto

Foto: Divulgação – SSP/DF



Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here