Plenário do Congresso

Congresso: confira o ranking FSBinfluênciaCongresso desta semana (Edilson Rodrigues/Agência Senado)

O melhor desempenho individual no ranking FSBinfluênciaCongresso desta semana no Senado foi o de Mara Gabrilli (PSDB-SP), que avançou 14 posições, integrando o TOP 15 ao alcançar o 13º lugar. A senadora, que teve o primeiro semestre marcado pelo diagnóstico de covid-19, precisando ficar afastada por três meses, voltou virtualmente às atividades parlamentares e se destacou com publicações relacionadas aos direitos das pessoas com deficiências.

Já Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) reassumiu a dianteira do levantamento após uma semana em que gerou polêmica por decidir não comparecer a acareação com o empresário Paulo Marinho.

O senador Humberto Costa (PT-PE), que havia conquistado a liderança na semana passada, ocupa agora a segunda colocação, anunciando que  ingressará com uma representação na Procuradoria-Geral da República (PGR) para que a ministra da Família, da Mulher e dos Direitos Humanos, Damares Alves, responda por crime de responsabilidade por ter atuado para impedir que uma menina de 10 anos, que engravidou vítima de estupro, tivesse acesso ao aborto legal. Álvaro Dias (PODE-PR) permanece na terceira posição.

Na semana decisiva das convenções partidárias para definir os candidatos a prefeito nos mais de 5 mil municípios brasileiros, os senadores agiram em suas bases, sem deixar de se manifestar sobre temas nacionais. O senador Randolfe Rodrigues (REDE-AP) conquistou bastante engajamento publicando vídeo em que policiais cometem ato de violência contra cidadãos e avançou seis posições, conquistando o 10º lugar.

Câmara dos Deputados

As primeiras posições do ranking FSBinfluênciaCongresso desta semana seguem estáveis. André Janones (AVANTE-MG) ocupa a liderança do levantamento pela quinta semana consecutiva, mostrando-se de plantão na fiscalização dos atos do Executivo. Carla Zambelli (PSL-SP) está na segunda posição, à frente do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-RJ), que continua em terceiro.

As principais variações aconteceram nas colocações intermediárias, como, por exemplo, o desempenho do deputado Carlos Jordy (PSL-RJ), que avançou seis posições e passou a ocupar o sexto lugar no ranking. O melhor desempenho ficou com o deputado Major Vitor Hugo, que subiu 10 posições e passou a ocupar o 20º lugar.

Rodrigo Maia (DEM-RJ) caiu seis posições, ocupando a 11ª colocação. Joice Hasselmann (PSL-SP) segue em queda, perdendo oito posições, ficando com o 18º lugar na semana em que foi confirmada candidata à prefeitura de São Paulo pelo PSL.

Confira aquiaqui o ranking do Senado Federal.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here