imagem24-09-2020-13-09-27

 (NurPhoto/Getty Images)

O Ibovespa, principal índice da B3, sobe nos primeiros negócios desta quinta-feira, 22, com os investidores ponderando a revisão do PIB brasileiro pelo Banco Central de queda de 6,4% para 5% e os dados de seguro desemprego dos Estados Unidos, que vieram piores do que o esperado.  Às 10h30, o Ibovespa subia 0,55% para 96.262,52 pontos.

CVC

As ações da CVC sobem 3,85% e lideram as altas do Ibovespa, após afirmar ter 1,526 bilhão de reais em caixa. Em fato relevante, a agência de turismo informou que tem buscado preservar caixa e aumentar a eficiência operacional. A companhia também informou que as reservas vêm aumentando desde julho e que, na primeira quinzena de setembro, o valor atingiu 40% do total do mesmo período do ano passado. Ainda segundo a CVC, 80% dos hotéis parceiros no Brasil estão reabertos, com 85% do volume de diárias reservadas atingidas em relação a setembro de 2019.

“Essas sinalizações da CVC são positivas. Mas a empresa vem enfrentando uma série de turbulências desde o ano passado e a pandemia foi mais um fator de estresse. A visibilidade sobre a companhia segue baixa, com incertezas quando aos impactos que uma possível segunda onda de coronavírus pode ter sobre o setor de turismo. As ações podem reagir bem, mas os riscos permanecem elevados no curto prazo”, afirmam analistas da Exame Research em relatório.

Desemprego americano

Divulgados nesta manhã, os pedidos de seguro desemprego nos Estados Unidos voltaram a decepcionar pela terceira vez consecutiva. Divulgado nesta manhã, o número de pedidos ficou em 870.000, acima dos 840.000 previstos. Os pedidos também superaram os registrados na semana passada, que foram revisados de 860.000 para 866.000. No mercado americano, os índices acionários abriram em queda, após perdas significativas no último pregão. Por lá, o índice Nasdaq cai 0,89% e o S&P 500, 0,69%.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here