Dolar

Dolar (Chung Sung-Jun / Equipa/Getty Images)

O dólar sobe contra o real nesta quinta-feira, 17, acompanhando a valorização global da moeda americana, após o discurso do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, ter desapontado parte dos investidores que esperavam por anúncio de novos estímulos. Às 9h30, o dólar comercial se valorizava 0,7% e era vendido por 5,276 reais.

“O mercado não gostou muito do pronunciando do Fed. Ele não falou nada em aumentar a quantidade de dinheiro na economia por meio de quantitative easing e alertou que a recuperação econômica pode ser mais lenta. O mercado sempre quer mais dinheiro”, comenta Jefferson Ruik, diretor de câmbio da Correparti.

Segundo Ruik, no mercado de câmbio, a leitura sobre o discurso de Powell havia sido positivo na véspera, principalmente com relação à manutenção dos juros próximos de 0% até 2023. Na véspera, a moeda americana fechou em queda de quase 1% frente ao real. “Depois de declarações de presidentes de bancos centrais, sempre tem várias leituras.”

Veja também

Nesta quinta, os dados semanais de pedidos de seguro desemprego nos Estados Unidos ficaram em 860.000, acima das projeções de 850.000.

Ainda que tenha ficado acima das expectativas, este foi o menor número desde os primeiros impactos da pandemia no mercado de trabalho americano, em meados de março. Esta também foi a terceira vez consecutiva que a quantidade ficou abaixo de 1 milhão de pedidos, mas a segunda vez seguida que o número vem acima do esperado.

No radar do mercado também está as decisões do Comitê de Política Monetária (Copom) e dos bancos centrais do Japão e do Reino Unido, que mantiveram as taxas de juros inalteradas.

No exterior, o dólar avança perante todas as principais moedas emergentes, como o peso mexicano, o rublo russo, a rúpia indiana e o rand sul-africano. O índice Dxy, que mede o desempenho do dólar contra seus pares desenvolvidos, sobe puxado pela desvalorização do euro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here