Os melhores e os piores países para criar filhos em 2020

Relatório avaliou 73 nações em 65 categorias diferentes. Foram entrevistadas mais de 20.000 pessoas nas Américas, Ásia, Europa, Oriente Médio e África (MapChart/Reprodução)

Criar um filho pode ser uma experiência difícil em qualquer lugar do mundo, mas uma nova classificação sugere que, em média, é mais fácil em alguns lugares do que em outros.

Os melhores (e piores) países do mundo para criar um filho foram revelados pelo US News Report — e nem o Reino Unido nem os Estados Unidos ficaram entre os dez primeiros.

O relatório avaliou 73 nações em 65 categorias diferentes. Foram entrevistadas mais de 20.000 pessoas nas Américas, Ásia, Europa, Oriente Médio e África. É claro que as experiências de criação de um filho podem variar imensamente em qualquer lugar, mas o relatório funciona como um guia aproximado.

Veja também

No topo da classificação, a Dinamarca foi considerada o melhor país para começar uma família, enquanto a Suécia e a Noruega ficaram em segundo e terceiro, respectivamente. Canadá e Holanda completam os cinco primeiros, seguidos por Suíça, Nova Zelândia, Austrália e Áustria.

Os 10 melhores países para criar filhos em 2020

  • Dinamarca
  • Suécia
  • Noruega
  • Canadá
  • Holanda
  • Finlândia
  • Suíça
  • Nova Zelândia
  • Austrália
  • Áustria
  • Os dez piores países do mundo para criar um filho começam com Gana. Tunísia, Jordânia e Omã também foram mal classificados, com Cazaquistão e Líbano ocupando o topo da lista.

    Os 10 piores países para criar filhos em 2020

    10. Gana

    9. Tunísia

    8. Azerbaijão

    7. Arábia Saudita

    6. Jordânia

    5. Omã

    4. Mianmar

    3. Guatemala

    2. Líbano

    1. Cazaquistão

    Os melhores e os piores países para criar filhos em 2020

    Os melhores e os piores países para criar filhos em 2020 (MapChart/Reprodução)

    LEAVE A REPLY

    Please enter your comment!
    Please enter your name here