imagem11-09-2020-20-09-05| Foto: Divulgação

Setembro é lembrado como o mês de prevenção ao suicídio e o dia 10 é marcado como o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Pensando nisso, a Região de Saúde Centro-Sul organizou várias atividades no Instituto de Saúde Mental (ISM). Dentre elas, estava a liberação de balões amarelos, para simbolizar a liberdade e a leveza da vida, que ocorreu no último dia 9.

“A abertura do Setembro Amarelo com o ‘Balonaço’ é uma tradição na Região de Saúde Centro-Sul, normalmente se faz dias 9 ou 10 de setembro, em alusão ao Dia D de prevenção ao suicídio e faz referência à importância dos cuidados à saúde mental. Devido à pandemia da Covid-19 as atividades de grupos presenciais (oficinas) foram suspensas e os atendimentos têm sido realizados de forma virtual”, explica a superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Flávia Oliveira Costa.

Foram retomadas, adotando as medidas de segurança quanto à transmissão da Covid-19 as atividades de Tai Chi Chuan e de dança ao ar livre. Os pacientes mantiveram distanciamento seguro, utilizaram máscaras, além de álcool em gel disponível e o contínuo incentivo pelos colaboradores do evento.

“Distribuímos kits de lanches individuais no formato de “lanche box”. Alguns pacientes se emocionaram com o retorno das atividades, que apesar de terem um novo formato com menor duração, realizadas ao ar livre e com no máximo cinco pessoas, são de suma importância para o tratamento de pessoas com necessidade de apoio psicoterapêutico”, afirma Flávia.

Leia também

Setembro é lembrado como mês de combate ao suicídio

imagem11-09-2020-20-09-11

Prevenção ao suicídio de crianças e adolescentes

Na atenção primária, foram realizadas oficinas de treinamentos para todas as salas de acolhimento das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para acolher pacientes que precisam de apoio quanto à saúde mental. O treinamento faz parte do projeto Wanda Horta. Foram confeccionados e entregues folders informativos. Até o final de setembro estão programadas diversas atividades na região.

Trabalho contínuo

De acordo com Elaine Bida, diretora dos Serviços de Saúde Mental (Dissam) os atendimentos seguem durante o ano inteiro com os serviços especializados de qualidade, individualizado, adequados a todos que procuram a rede nos diversos níveis de atenção (primária, secundária e hospitalar), através de um direcionamento técnico e ético com normas, notas e orientações em geral.

*Com informações da Secretaria de Saúde do DF

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here