GPA

Unidade do Assaí, controlada pelo GPA, em São Paulo, SP (Paulo Whitaker/Reuters)

Em novo movimento que sinaliza o momento aquecido do mercado de capitais no Brasil, o GPA anunciou que pretende fazer a cisão parcial da sua rede Assaí, que opera no modelo conhecido como atacarejo, ou cash & carry (em inglês). A informação foi divulgada em fato relevante após o fechamento do mercado nesta quarta-feira, 9.

O grupo varejista afirmou que a operação foi aprovada pelo seu conselho de administração nesta quarta e que agora vai realizar os estudos pertinentes e buscar as aprovações necessárias. Se tudo isso correr conforme o esperado, serão realizadas quatro etapas:

Inicialmente, a transferência da participação acionária do Assaí na Almacenes Éxito (da Colômbia) para o GPA; depois, a cisão parcial do GPA e do Assaí. O terceiro passo será a listagem das ações de emissão do Assaí no segmento do Novo Mercado da B3 e a listagem dos ADRs das ações na Bolsa de Nova York; e, por fim, a distribuição de ações do Assaí aos acionistas do GPA.

“Cada operação poderá ficar mais concentrada no seu próprio negócio. Acreditamos que vai levar à maior rentabilidade das duas operações”, afirmou Ronaldo Iabrudi, co-vice-presidente do conselho de administração do GPA.

“Teremos também maior eficiência na alocação de capitais, uma vez que cada companhia poderá acessar o mercado com sua estratégia”, afirmou Iabrudi.

Segundo executivos do GPA, a expectativa é que a operação seja concluída até o fim do primeiro trimestre de 2021, com ações negociadas na B3 e na Bolsa de Nova York.

Não está prevista a venda de ações do Assaí pelo GPA, segundo a companhia.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here