Ministro da Economia, Paulo Guedes

Paulo Guedes: oficialmente, a projeção do Ministério da Economia é de uma retração do PIB de 4,7% em 2020 (Tania rego/Agência Brasil)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira que sua perspectiva é que a queda da economia brasileira este ano será ainda menor do que a esperada, após ressaltar que a contração na faixa de 4% a 5%, que está sendo vista pelo mercado, representa metade do tombo que já chegou a ser previsto por alguns agentes.

Em evento virtual do Credit Suisse, o ministro disse que os dados mais recentes mostram a retomada da atividade, e esse movimento está vindo mais rápido até do que ele antecipava.

Oficialmente, a projeção do Ministério da Economia é de uma retração do PIB de 4,7% em 2020, mas o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues, apontou na semana passada que será revisada em setembro após “todos os dados” indicarem que “o pior já passou”.

Veja também

No boletim Focus mais recente, a expectativa para o PIB este ano foi piorada a uma queda de 5,31%, contra recuo de 5,28% estimado uma semana antes.

Nesta quarta-feira, Guedes também defendeu o pacto federativo como uma reformatação do setor público, com a existência de gatilhos para o controle dos gastos públicos.

O ministro reiterou ainda que o governo vai desalavancar os bancos públicos e privatizar empresas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here