Trânsito na Rodovia Castelo Branco, em São Paulo (SP), nesta sexta feira (4).

Trânsito: rodovias registram lentidão na saída para o feriado em SP (Mineto/Estadão Conteúdo)

As rodovias de São Paulo têm movimento intenso na noite desta sexta-feira, 5, véspera do feriado prolongado de 7 de setembro. A rodovia dos Imigrantes tem 12 km de congestionamento em direção ao litoral, assim como a Anchieta, com 9 quilômetros de engarrafamento. Por conta da neblina, uma Operação Comboio está em vigor no sistema Anchieta-Imigrantes. Caminhões e carretas com destino à capital devem utilizar o trecho de Serra da via Anchieta.

Na BR 116 (Rodovia Régis Bittencourt), há congestionamento de 5 quilômetros no sentido Curitiba, próximo a Embu das Artes. Na SP 098 (Mogi-Bertioga), o tráfego está engarrafado do quilômetro 60 ao 85, no sentido Bertioga. O tempo está encoberto e a velocidade reduzida.

Veja também

Na rodovia dos Tamoios, que leva ao litoral norte paulista, a expectativa é de que cerca de 158 mil veículos trafeguem em ambos os sentidos pela estrada ao longo do feriado. No início da noite de sexta, o trânsito já era intenso por causa da quantidade de veículos.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, as rodovias estaduais de São Paulo estão com mensagens ao longos dos percursos para que os motoristas evitem viajar sem necessidade.

Veja também

 

Municípios pedem ajuda contra aglomeração

Trinta municípios paulistas pediram reforço da Polícia Militar para ajudar no combate às aglomerações durante o feriado de 7 de setembro. A informação foi dada pelo secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, entrevista à Rádio Eldorado nesta quinta-feira, 3. “A PM vai prestar apoio à vigilância sanitária, garantindo a ordem pública”, disse.

Além disso, 200 agentes da Vigilância Sanitária foram mobilizados para a orientação aos cidadãos e estabelecimentos comerciais.

De acordo com o secretário, os profissionais das vigilâncias municipais e estadual estarão observando, principalmente, a utilização de máscaras e possíveis aglomerações nas praias do litoral paulista. No entanto, Vinholi afirmou que os demais protocolos ficam a cargo de cada cidade. “Cada município tem autonomia para isso. Mas o que a gente espera é que não haja aglomeração.”

Veja também

Aglomeração em praias de SP preocupam governo do Estado

As aglomerações preocupam o governo estadual, que fez reuniões com representantes de municípios litorâneos e turísticos. No fim de semana passado, praias da Baixada Santista e outros pontos do Estado ficaram lotadas e com forte presença de pessoas que não utilizavam máscaras. Cidades como Guarujá e São Sebastião já anunciaram possíveis ações para controlar entrada de turistas.

“Nós temos uma preocupação”, disse Doria. “É muito preocupante as circunstâncias do que vimos no último fim de semana, que não era feriado prolongado.”

Doria destacou que o papel de evitar e conter esse tipo de situação é das gestões municipais. “Faço um apelo a prefeitos e prefeitas de cidades do litoral e que são destinos turísticos, que adotem providências restritivas, e que contem com o apoio do governo do Estado.”

Veja também

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here