Regiões Leste e Centro-Sul, e o HMIB, tiveram os melhores resultados

 

ÉRIKA BRAGANÇA, DA AGÊNCIA SAÚDE DF

 

Por quase um mês, a Secretaria de Saúde fez reuniões com as sete Superintendências Regionais de Saúde e com as unidades de referência: Hospital de Apoio de Brasília (HAB), Hospital Materno-Infantil de Brasília e Hospital São Vicente de Paulo. O objetivo foi o de discutir e validar os resultados do Acordo de Gestão Regional (AGR) referentes ao primeiro quadrimestre de 2020.

 

Ao todo, 533 gestores participaram de mais de 40 horas de discussão e troca de experiências.  As regiões de Saúde Leste e Centro-Sul tiveram destaque pelos resultados apresentados. Já o Hmib foi o hospital de referência que apresentou o melhor resultado.

 

Foi apresentado, ainda, as unidades que tiveram melhor performance em cada Rede. Os resultados e os encaminhamentos provenientes das reuniões com as Regiões e URDs foram tratados nos colegiados da Subsecretaria de Atenção Integral à Saúde (Sais) de Redes e de Gestão. Ainda em fevereiro, as equipes envolvidas participaram de oficinas para a construção do plano de ação AGR.

 

Na apresentação das informações entram diversos indicadores sobre a regulação de leitos e consultas, investigação de óbitos materno e infantis, absenteísmo nas consultas, vacinação, acompanhamento de diabetes e hipertensão, doenças transmissíveis, realização de exames citológicos e até a proporção de nascidos vivos filhos de mães adolescentes, dentre outros assuntos.

 

Raquel Bevilaqua, médica e superintendente da Região de Saúde Leste, comemora os números e acredita que buscar melhorias para indicadores e atendimento, é um processo que não para. “Temos um importante instrumento de gestão na evolução no desempenho dos serviços oferecidos. Percebemos a motivação de todos os servidores que também se sentem colaboradores no processo de organização da Rede”, afirma.

 

Flávia Costa, médica e superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, acredita que os resultados são fruto de muita parceria com os servidores e gestores no que diz respeito ao entendimento sobre a importância não só do serviço em si, mas sobre o lançamento de dados e aplicação dos protocolos existentes.

 

De acordo com a gestora, o modelo proposto permite planejamento prévio de ações e serviços de saúde sob várias frentes de atuação (atenção primária, secundária e especializada). Todas essenciais à população e atemporais.

 

“O SUS pode e consegue oferecer qualidade em serviços de saúde. Contar com a parceria dos gestores e servidores da ponta é fundamental para que bons resultados sejam alcançados. Respeito ao entendimento sobre a importância do serviço e sobre o lançamento de dados e aplicação dos protocolos existentes e processos de trabalho bem elaborados”.

 

O Hospital Materno-Infantil de Brasília (Hmib) se destacou por alcançar 14 das 21 estabelecidas. Uma meta importante foi a investigação de óbitos maternos e de bebês até um ano de idade que a unidade manteve em 100%. A diretora do Hmib, Marina Silveira, destaca o trabalho conjunto das três direções que compõem a gestão do hospital.

 

“Tomamos a decisão que os tempos difíceis da pandemia, embora desafiadores, não seriam uma razão para diminuir nossos esforços em oferecer nosso melhor para o usuário”.

 

O programa

 

O Programa de Gestão Regional de Saúde existe desde 2016 e busca a celebração de Acordo de Gestão Regional – AGR entre a SES-DF e as Regiões de Saúde e Unidades de Referência Distrital e a alocação de créditos orçamentários e de recursos financeiros para apoiar a execução das atividades pactuadas no referido Acordo. Após a formalização do AGR, a Região de Saúde deve assinar Acordo de Gestão Local com cada Unidade de Saúde com vistas à conformação da Rede de Atenção à Saúde do seu território.

 

Matriz de Metas

 

Regulação Rede de Atenção Psicossocial Rede Cegonha Rede Doenças Crônicas Não Transmissíveis Rede Pessoas com Deficiência e População Vulnerável Rede Urgência e Emergência Doenças Transmissíveis Saúde Bucal Segurança do Paciente Gestão

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here