Accenture

Accenture: companhia vai cortar 5% de seu corpo de funcionários (Creative Commons/Flickr)

Com cerca de 500 mil funcionários espalhados pelo mundo, a consultoria Accenture planeja demitir 25 mil pessoas nas próximas semanas. Os desligamentos integram um programa de corte de custos relacionado ao impacto da pandemia na organização.

O plano foi anunciado por Julie Sweet, diretora executiva da empresa, em reunião interna com os líderes globais da consultoria. O corte representa 5% da força de trabalho da empresa.

Veja também

Sweet destacou que a decisão era inevitável frente à queda de demanda causada pela pandemia. Assim como tem ocorrido com outras grandes empresas do setor, a Accenture tem visto uma parte significativa de seus projetos serem adiados ou cancelados, fruto de cortes de custos de seus clientes.

Segundo a diretora, a consultoria comemorava bons resultados até o fim de fevereiro, quando o coronavírus ganhou o mundo e fez com que o crescimento da empresa despencasse de 8% para 1%. Com a continuidade das infecções, analistas temem que o número caia ainda mais.

Ao falar sobre a necessidade de fazer demissões, Sweet destacou números relacioandos à quantidade de horas que seus empregados gastam em serviços pagos por clientes. No último trimestre, pela primeira vez em uma década, a consultoria viu o número ficar abaixo de 90%, o que significa que um décimo de sua capacidade de trabalho está ociosa.

A métrica preocupou a Accenture, que decidiu agir. Um grupo de funcionários de baixa performance foi demitido nos útlimos meses, enquanto outros empregados foram avisados de que, se não encontrassem um projeto para trabalhar, também seriam dispensados.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here