Vista superior de prédios na zona oeste de São Paulo

Prédios em São Paulo: o reajuste de 13% é válido para contratos em andamento e com aniversário em setembro (Germano Lüders / EXAME/Exame)

Os alugueis residenciais podem ser reajustados em 13,02% no mês de setembro em São Paulo, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (28) pelo Sindicato da Habitação (Secovi-SP). A taxa corresponde à variação acumulada nos últimos 12 meses do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), indicador medido pela Fundação Getulio Vargas e que corrige a maior parte dos contratos de locação.

O reajuste é válido para contratos em andamento e com aniversário em setembro. O cálculo leva em conta a alta de 2,74% no preço das locações no mês de agosto. Para facilitar o cálculo do novo aluguel, o Secovi-SP divulga, mensalmente, o fator de atualização – neste caso, de 1,1302.

Como fazer o cálculo

Para que inquilinos e proprietários consigam atualizar o valor do aluguel de forma descomplicada, a conta é simples. Um aluguel no valor de R$ 1.500,00 em vigor até agosto de 2020, por exemplo, deve ser multiplicado por 1,1302. O resultado, R$ 1.695,30, corresponde ao valor que o inquilino irá pagar no final do mês de setembro ou início de outubro.

Confira os reajustes dos últimos meses:

Contrato com aniversário em setembro/2019 e pagamento em outubro/2019: 1,0495 Contrato com aniversário em outubro/2019 e pagamento em novembro/2019: 1,0337 Contrato com aniversário em novembro/2019 e pagamento em dezembro/2019: 1,0315 Contrato com aniversário em dezembro/2019 e pagamento em janeiro/2020: 1,0397 Contrato com aniversário em janeiro/2020 e pagamento em fevereiro/2020: 1,0730 Contrato com aniversário em fevereiro/2020 e pagamento em março/2020: 1,0781 Contrato com aniversário em março/2020 e pagamento em abril/2020: 1,0682 Contrato com aniversário em abril/2020 e pagamento em maio/2020: 1,0681 Contrato com aniversário em maio/2020 e pagamento em junho/2020: 1,0668 Contrato com aniversário em junho/2020 e pagamento em julho/2020: 1,0651 Contrato com aniversário em julho/2020 e pagamento em agosto/2020: 1,0731 Contrato com aniversário em agosto/2020 e pagamento em setembro/2020: 1,0927 Contrato com aniversário em setembro/2020 e pagamento em outubro/2020: 1,1302

Os bairros mais caros para locação

Segundo dados recentes do Índice FipeZap, São Paulo segue como a capital mais cara para locação residencial. Na cidade, o preço médio do metro quadrado é de 40,90 reais/m², seguida por Brasília (32,21 reais/m²), Recife (30,59 reais/m²) e Rio de Janeiro (30,58 reais/m²).

Na capital paulista, o bairro mais caro para locação é o da Vila Olímpia, com preço médio de 79,17 reais/m², seguido por Vila Nova Conceição, Berrini, Itaim Bibi e Brooklin Novo — todos na zona sul da cidade.

Veja também

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here